SERTÃ – Leitores do Património mantêm actividade em formato digital

SERTÃ – Leitores do Património mantêm actividade em formato digital

A pandemia da Covid-19 está a obrigar a um reajustamento de vários projetos e à adoção de novas abordagens para fazer face ao ‘novo normal’. O projeto Leitores do Património adaptou-se aos novos tempos e sem perder a sua matriz identitária, oferece agora novos suportes, em formato digital, que pretendem colmatar a sua ausência física das escolas e dos centros de dia do concelho da Sertã. Coordenado pela equipa da Biblioteca Municipal Padre Manuel Antunes, o projeto Leitores do Património “produz um trabalho fundamental no reconhecimento e valorização do património endógeno mas, sobretudo, na promoção e difusão da leitura e das práticas culturais junto de públicos diferenciados”, sublinhou José Farinha Nunes, presidente da Câmara Municipal da Sertã. Na sequência da Covid-19, o projeto deixou de cumprir uma das suas principais funções, isto é a realização de atividades presenciais nas escolas e centros de dia. Recorde-se que só no ano letivo de 2018-19 foram organizadas 138 sessões, que tinham como mote seis atividades diferenciadas. No entanto, a equipa do projeto redefiniu, para já, o seu foco e apostou nas ferramentas audiovisuais para chegar ao seu público, através da Internet. Deste modo, estão a ser produzidos uma série de conteúdos, que recriam, de forma muito original, histórias e contos tradicionais. Para já, estão disponíveis as lengalengas «A Bicharada da Velha» e «A Casa do João». São esperados para breve novos conteúdos e outras atividades singulares do projeto Leitores do Património.