MÉDIO TEJO – Coronavírus. Sardoal deverá ficar sujeito a medidas restritivas. Constância...

MÉDIO TEJO – Coronavírus. Sardoal deverá ficar sujeito a medidas restritivas. Constância para ‘lá’ caminha

Os recentes ‘números’ da pandemia no Médio Tejo estão longe de ser favoráveis para concelhos como Sardoal e Constância. O território sardoalense, por exemplo, tem uma incidência cumulativa de 406 casos por 100 mil habitantes no decurso dos últimos 14 dias, ou seja, já ultrapassou a ‘barreira’ das 240 infecções, o que deverá fazer com que recue no processo de desconfinamento. Os próximos dias serão decisivos para perceber quais as medidas restritivas que vão ser impostas. Já Constância, por sua vez, está com 295,9 casos, um ‘registo’ que também pode conduzir a um retrocesso ainda que, nesta semana, ‘só’ deva ficar em situação de alerta. Se assim continuar nos próximos oito dias, então muito dificilmente se irá livrar de um cenário mais limitativo. Se Sardoal e Constância estão com uma tendência preocupante, Alcanena está a melhorar, fruto de seis dias seguidos sem qualquer caso. O mesmo acontece no Entroncamento, que não tem infecções há 48 horas. Ainda assim, o ‘percurso’ mais favorável diz respeito a Ferreira do Zêzere, com longos 51 dias consecutivos sem testes positivos. Vila Nova da Barquinha, por sua vez, não tem casos há oito dias.