MÉDIO TEJO – Coronavírus. Número de infecções diárias continua com indicadores preocupantes

MÉDIO TEJO – Coronavírus. Número de infecções diárias continua com indicadores preocupantes

Foram detectadas mais oito infecções covid19 no Médio Tejo, seis das quais no concelho de Constância, que entrou numa fase deveras preocupante e que, por isso, por ficar exposto a medidas restritivas no âmbito do desconfinamento. Os outros casos dizem respeito a pessoas residentes em Abrantes e Torres Novas. Está em causa um total regional de 13116 contágios, dos quais 158 activos. Já foram dadas como recuperadas 12587 pessoas. Há a lamentar 378 mortes.

Perante este recente boletim da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, Abrantes é o concelho com maior número de casos, num total de 52, seguindo-se Tomar com 18, e Sardoal, com 16.

Eis os dados actualizados desde o início da pandemia: Ourém (3063 infecções, 2967 recuperações e 83 óbitos. 13 infecções activas), Tomar (2526 casos, com 2452 recuperados e 56 óbitos. 18 infecções activas), Torres Novas (2022 casos, 1951 recuperações e 60 mortes. 11 infecções activas), Abrantes (1623 infectados, 1502 estão curados e 69 mortes. 52 infecções activas), Entroncamento (1135 infecções, 1098 recuperados e 22 mortes. 15 infecções activas), Alcanena (1052 casos, 999 recuperações e 39 vítimas mortais. 14 infecções activas), Ferreira do Zêzere (613 casos, 596 dos quais já recuperados e 17 vítimas mortais. Não tem infecções activas), Mação (434 infecções, 418 recuperados e 15 óbitos. Uma infecção activa), Vila Nova da Barquinha (276 casos, 263 dos quais dados como curados e nove mortes. Quatro infecções activas), Sardoal (com 200 casos e 179 recuperados e cinco óbitos. 16 infecções activas) e Constância (177 infecções, 162 das quais já recuperadas e três mortes. 12 infecções activas).