MÉDIO TEJO – Coronavírus. Abrantes, Alcanena e Ourém aumentam casos na região....

MÉDIO TEJO – Coronavírus. Abrantes, Alcanena e Ourém aumentam casos na região. Um idoso de um lar em Fátima testou positivo e coloca cerca de cem pessoas debaixo de olho das autoridades de saúde

A região do Médio Tejo registou mais três casos de coronavírus no decurso das últimas vinte e quatro horas. As infecções dizem respeito a Abrantes, Alcanena e Ourém, o que eleva esta indesejada contabilidade para 39 situações confirmadas, sendo que 256 pessoas estão na chamada vigilância activa. Refira-se que um dos testes positivos foi num homem, com cerca de noventa anos, que está no lar Santa Beatriz da Silva, no concelho de Ourém. Esta estrutura, sublinhe-se, tem cerca de meia centena de funcionárias e todas elas estão, agora, a ser seguidas pelas autoridades de saúde, segundo nos confirmou Maria dos Anjos Esperança, coordenadora da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, que adiantou, ainda, que a Segurança Social está a prestar a devida assistência aos utentes. Quanto ao Médio Tejo, como sublinhado, são, assim, 39 os casos, com o concelho de Tomar “à cabeça”, com nove infecções, seguindo-se Abrantes e Ourém, com oito, Torres Novas (5), Alcanena (4), Vila Nova da Barquinha (2), Constância (1), Sardoal (1) e Ferreira do Zêzere (1). Por Tomar estão 72 pessoas em vigilância activa, enquanto em Abrantes estão 61, em Torres Novas são 53, Ourém com 18, Alcanena com 17, Entroncamento com 13, Vila Nova da Barquinha com 12, Sardoal com 5, Mação com 3 e Ferreira do Zêzere com duas. Mação e o Entroncamento continuam como os únicos concelhos do Médio Tejo sem qualquer caso confirmado.