MÉDIO TEJO – Albufeira de Castelo do Bode voltou à tendência de...

MÉDIO TEJO – Albufeira de Castelo do Bode voltou à tendência de perda e está, nesta altura, com 65% da sua capacidade

Os dados são da Agência Portuguesa do Ambiente: a albufeira de Castelo do Bode, que serve parte do Médio Tejo, voltou à tendência de perda. Ou seja, durante a última semana, houve registo para o decréscimo de 1% do seu armazenamento atual, que se cifra agora em 65%. Espera-se, ainda assim, que a precipitação prevista para estes próximos dias possa ajudar a inverter este quadro.

 

Ainda nestes dados, abordando a bacia hidrográfica do Tejo, nota para a albufeira de Divor, em Évora, que está a 20% da sua capacidade. Outras situações preocupantes dizem respeito a Maranhão (21%), Minutos (25) e Magos (26).