MÉDIO TEJO – Albufeira de Castelo de Bode perdeu seis mil decâmetros...

MÉDIO TEJO – Albufeira de Castelo de Bode perdeu seis mil decâmetros cúbicos na última semana

Os dados são da Agência Portuguesa do Ambiente e dizem respeito ao recente 14 de Fevereiro: a capacidade de armazenamento da Albufeira de Castelo de Bode desceu 1% numa semana, o que equivale por dizer que, nesta altura, aquele lago artificial está a 58% da sua capacidade total, cifrada em 1 095 000 decâmetros cúbicos. Ou seja, em apenas sete dias – incluindo nesta contabilidade a chuva (pouca chuva, diga-se) que caiu no fim-de-semana passado – houve registo para uma perda de seis mil decâmetros cúbicos, sendo que a Albufeira tem, agora, um total de 637 mil armazenado. Se esta descida no nível da água for uma realidade constante durante os tempos que se avizinham, então equaciona-se, desde já, uma eventual impossibilidade de ali operarem, já no próximo Verão, os aviões de combate a incêndios. A situação está a preocupar as autoridades de proteção civil. David Lobato, Comandante do Comando Distrital de Santarém, traçou este cenário em declarações à Hertz:

David Lobato referiu, também, a questão da diminuição dos lençóis freáticos e o abastecimento de água às populações, com consequente elaboração de planos de contingência: