ATUALIDADE – PSP em operação à escala nacional. 108 automobilistas apanhados a...

ATUALIDADE – PSP em operação à escala nacional. 108 automobilistas apanhados a conduzir com álcool no sangue

Nos dias 27 e 28 de janeiro a Polícia de Segurança Pública (PSP) levou a cabo a operação “Se conduzir não beba, Se beber não conduza” na sua área de responsabilidade em Portugal Continental e na totalidade das Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores, dando especial atenção à fiscalização da condução sob o efeito do álcool, uma das principais causas da sinistralidade rodoviária. Nesta janela temporal foram fiscalizadas 7847 viaturas e 4243 condutores foram submetidos ao teste de alcoolemia, tendo sido detetados 108 a conduzir sob o efeito do álcool (contraordenação), 70 dos quais ainda se encontravam no regime probatório da carta de condução. Foram ainda detidos 40 cidadãos por condução com taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 g/l. Foram verificadas 222 viaturas em excesso de velocidade e registámos 29 autos de contraordenação por não utilização ou utilização incorreta do cinto de segurança e 30 por uso do telemóvel durante a condução, constituindo estas infrações algumas das principais causas da sinistralidade rodoviária. Registo para 126 viaturas a circular na via pública sem inspeção, bem como 45 autos de contraordenação por falta de seguro obrigatório. Foram ainda efetivadas 27 detenções por falta de habilitação legal.

Em comunicado enviado para a nossa redação, a PSP apela a todos os condutores «para que não adotem comportamentos que possam diminuir as suas capacidades de condução, como conduzirem sob o efeito do álcool ou de substâncias psicotrópicas, ou que sejam suscetíveis de causas distrações, como o uso do telemóvel durante a condução. Só com uma condução responsável e segura por parte de todos os utilizadores das rodovias será possível diminuir a sinistralidade».