ABRANTES – Há queixas sobre «demora» no atendimento nas urgências mas período...

ABRANTES – Há queixas sobre «demora» no atendimento nas urgências mas período de espera está dentro do considerado como ‘normal’

Durante esta quarta-feira chegaram indicações á redação da hertz que apontavam para «excessivo tempo de atendimento» nas urgências do Hospital doutor Manoel Constâncio, sendo que esses testemunhos apontavam para períodos de espera na ordem das duas a três horas, mesmo para «situações urgentes». Entretanto a Hertz procurou mais dados junto do Ministério da Saúde que, através do seu portal, confirma que nas últimas duas horas o tempo médio de espera por cada paciente que se deslocou às urgências se cifrou em 1 hora e 22 minutos, ou seja, ligeiramente acima do que está recomendado para as ‘pulseiras amarelas’, no caso 60 minutos. Após triagem, entenda-se. Já agora, pelos outros dois hospitais do Médio Tejo, refira-se que em Tomar cada doente ‘urgente’ aguardou, em média, 24 minutos, enquanto que em Torres Novas esse período sobe para os 62 minutos.