VILA NOVA DA BARQUINHA – Ouviram-se disparos junto à Base de Tancos...

VILA NOVA DA BARQUINHA – Ouviram-se disparos junto à Base de Tancos e fala-se na presença de vários homens na área circundante

Foram disparados vários tiros junto ao perímetro militar da Base de Tancos. A indicação é avançada pelo «Correio da Manhã» e já mereceu a divulgação à escala nacional de outros órgãos de comunicação. A situação terá ocorrido durante a noite deste Domingo, pelas 21h30, perto da casa do comandante do Regimento nº 1 e em vários locais em redor da unidade, refere o «CM», que assegura que «foram vistos vários homens no mato da área circundante». Perante esta preocupante ocorrência, as patrulhas e as rondas aos paióis «foram reforçadas para evitar novos roubos de armamento e salvaguardar o material restante», sendo que foi já «criada uma equipa especial militar para tentar localizar e identificar os autores dos disparos». A Base de Tancos, em Vila Nova da Barquinha, é, então, notícia à escala internacional e pelas piores razões uma vez que o material de guerra roubado não tem paralelo com qualquer outro assalto que tenha ocorrido a instalações militares. Em virtude disso mesmo o chefe de Estado Maior do Exército, Rovisco Duarte, confirmou à RTP que cinco comandantes foram exonerados na sequência do roubo de material de guerra em Tancos. E neste lote está o Comandante do RI 15 de Tomar, para além do responsável pela Brigada de Apoio da Brigada de Reacção Rápida, do Regimento de Paraquedistas, do Regimento de Engenharia 1 e da Unidade de Apoio de Material do Exército. A decisão foi justificada por “uma questão de clareza e para não interferirem com o processo de averiguações”, referiu o General.