VILA DE REI – Município intensifica combate à Vespa Asiática

VILA DE REI – Município intensifica combate à Vespa Asiática

O Município de Vila de Rei tem, ao longo dos últimos dias, vindo a intensificar o despiste e combate à Vespa Velutina, também conhecida por Vespa Asiática, ao repor e renovar o líquido que atrai estes insetos para as armadilhas. Estas armadilhas encontram-se colocadas principalmente em redor das aldeias do Concelho e em alguns dos locais mais visitados e frequentados pela população, de modo a conseguir rapidamente proteger as pessoas em caso de deteção deste inseto. A vespa asiática tem-se propagado pelo nosso País, sendo uma espécie invasora que constitui uma preocupação séria devido à sua ação predadora que põe em perigo as abelhas autóctones. Este inseto é ligeiramente mais pequeno que a Vespa Europeia, com as rainhas a medirem cerca de 30mm, os machos 24mm e as obreiras 20mm. Apresenta patas amarelas, tórax castanho ou preto e abdómen castanho. A cabeça é preta e face amarela. Os ninhos de Vespa Asiática apresentam grandes dimensões e, geralmente, são construídos em pontos altos e isolados. No Concelho de Vila de Rei foram já detetados e destruídos alguns ninhos de vespa asiática. O Município apela aos Vilarregenses que se mantenham atentos a esta situação e que, em caso deteção ou suspeita da existência destes ninhos, entrem em contacto com a Proteção Civil de Vila de Rei (912 263 895) ou com os serviços camarários (274 890 010). Uma das preocupações a ter é não mexer nos ninhos, devido a eventuais ataques por parte destes insetos. Em www.cm-viladerei.pt, pode ver os passos necessários para criar uma armadilha caseira. O líquido é composto por 3 litros de água, 1 quilo de açúcar branco, 50 gramas de fermento de padeiro e groselha, até o líquido ficar com um aspeto rosado. A entrada do garrafão é pintada de amarelo, para se tornar mais atrativo à vespa asiática.