VILA DE REI – Município adere ao programa Green Grease

VILA DE REI – Município adere ao programa Green Grease

O Município de Vila de Rei aderiu a um programa pioneiro a nível mundial, o Green Grease, que garante a transformação de óleos alimentares usados em detergentes ecológicos profissionais, utilizando uma tecnologia patenteada pela Universidade de Coimbra. Cada dia que passa são geradas 150 toneladas de óleos alimentares usados, apenas em Portugal. Cerca de metade desse óleo usado não é valorizado, situação que se traduz em graves danos para o ambiente e, para os Municípios, traduz-se também num peso financeiro estimado de 300 milhões de Euros para remover estes mesmos óleos usados das águas das ETARs. O Programa Green Grease serve-se dos princípios da Economia Circular para solucionar, de forma mais eficiente, dois problemas com que a maioria dos estabelecimentos profissionais se deparam diariamente: a recolha de óleo alimentar usado e o fornecimento de detergentes ecológicos. Adicionalmente, o programa garante também que estes estabelecimentos recebem certificados ecológicos devidamente reconhecidos pela Quercus. O Programa materializa uma ligação entre a transformação de um resíduo (óleo alimentar usado) e o fornecimento de um produto de primeira necessidade (detergentes ecológicos profissionais de elevada biodegradabilidade), tornando-se assim pioneiro a nível mundial e a prova real de que os princípios de Economia Circular podem integrar um modelo de negócio rentável a toda a cadeia de valor. Para Ricardo Aires, Presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei, “a adesão do Município a esta iniciativa assume-se como movimento inovador com o qual pretendemos mudar a forma como gerimos os óleos alimentares usados recolhidos no Concelho e servir de exemplo nas áreas da ecologia, reciclagem e valorização de recursos”. Depositar o óleo alimentar usado no oleão é um gesto simples que pode ser adotado no dia-a-dia e que contribui para a salvaguarda e preservação do ambiente. Ao depositar os óleos usados nos óleões, está a colaborar para a diminuição da emissão de gases com efeito estufa, para a redução da contaminação dos lençóis freáticos e da quantidade de óleos e gorduras nas águas residuais. Com este gesto está também a valorizar o óleo alimentar usado que pode ser convertido noutros produtos, diminuindo assim a dependência externa de combustíveis fósseis contribuindo para a preservação dos recursos naturais.