VILA DE REI – Está aprovada Revisão do Orçamento com aumento de...

VILA DE REI – Está aprovada Revisão do Orçamento com aumento de receita para os 8,9 milhões de euros

A Assembleia Municipal de Vila de Rei aprovou, por maioria, na reunião ordinária realizada a 24 de fevereiro de 2022, depois da aprovação pelo Executivo Municipal a 18 de fevereiro, a 1ª Revisão do Orçamento e Grandes Opções do Plano para o ano de 2022, que se traduz num aumento da receita no valor de 614.700,00€. O valor do orçamento, que tinha sido aprovado em dezembro de 2021 em 8,3 milhões de euros, aumenta assim para os 8.914.700,00€. Este aumento de receita é maioritariamente proveniente da integração do saldo da Gerência da Prestação de Contas de 2021, alteração da Tabela de Taxas, Tarifas, Preços e Licenças, redução das receitas da participação dos municípios nos impostos do estado (FEF) tendo em conta o Orçamento do Estado previsto para 2022, candidatura aprovada do cadastro simplificado e da candidatura aprovada de três estágios profissionais. Este aumento de receita vem possibilitar o reforço de outras rúbricas, nomeadamente a construção do Centro de Instalação de Empresas de Serviços na Zona Industrial do Souto, infraestruturas urbanísticas do Loteamento Municipal do Vale Galego – Zona 3, aquisição de uma mini-retroescavadora, adesão a novos Estágios Profissionais, outras prestações de serviços (por exemplo: prestações de serviços de manutenção dos jardins, limpeza dos percursos pedestres, silvicultura preventiva, recolha de resíduos sólidos. No Orçamento para 2022, as funções sociais (onde se inclui a saúde, educação, habitação, serviços coletivos, cultura e desporto) continuam a absorver a maior fatia do investimento, seguidas das funções económicas (designadamente nos transportes, vias de comunicação, turismo, indústria e energia). Para o Presidente do Município de Vila de Rei, Ricardo Aires, “este aumento de receita vem possibilitar o reforço do orçamento para 2022 e, com isso, reforçar o investimento em áreas prioritárias que permitam o desenvolvimento sustentável, de forma equilibrada e capaz de atrair novos habitantes e captar novos investimentos para o território.”