VILA DE REI – Concelho vai ter Parque de Trituração de madeira...

VILA DE REI – Concelho vai ter Parque de Trituração de madeira queimada para valorização da matéria-prima

O Município de Vila de Rei vai passar a dispor de um Parque de Trituração de Madeira Queimada, fruto da aprovação da candidatura apresentada ao ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas. Com uma área florestal ardida equivalente a 50% do Concelho, é fundamental a remoção e valorização da madeira queimada a nível ambiental e ecológica. Juntando a isto, as elevadas quantidades de madeira ardida provocam igualmente dificuldades de armazenamento e conservação aos produtores florestais, que não se encontravam preparados para o parqueamento e processamento de tão grandes volumes de matéria-prima lenhosa.

Nesse sentido, a criação do Parque em Vila de Rei vem minimizar estes efeitos, contribuindo para a sustentabilidade do abastecimento das indústrias consumidoras, para o escoamento da madeira ardida e para o aproveitamento económico desta matéria-prima. Os Parques de Trituração de Madeira Queimada estão aptos a receber madeira com diâmetro inferior a 20 cm, com um período mínimo de 3 meses de parqueamento da madeira e um preço mínimo garantido ao produtor da madeira em pé de 10€ por tonelada. O Presidente do Município de Vila de Rei, Ricardo Aires, destaca que “a criação de um Parque de Trituração de Madeira Queimada no nosso Concelho vem oferecer uma fonte de receitas extra à população que viu os seus terrenos serem dizimados pelos incêndios, ao mesmo tempo que incentiva a sua remoção e consequente limpeza dos terrenos, com todas as vantagens a nível ecológico e ambiental que isso acarreta.”