VILA DE REI – Caminhos da Natureza: Telma Pinto e Pedro Tiago,...

VILA DE REI – Caminhos da Natureza: Telma Pinto e Pedro Tiago, dia 16 de julho, e Marionetas da Feira, no dia 17, atuam no concelho

‘Tempo, Recursos e Emoções’, apresentado por Telma Pinto e Pedro Tiago, e ‘Marionetas da Feira’ são os espetáculos que Vila de Rei vai receber neste fim-de-semana, inseridos na programação do projeto ‘Caminhos da Natureza’, promovido pelos Municípios de Ferreira do Zêzere, Mação, Sertã e Vila de Rei, no âmbito da Programação Cultural em Rede do Médio Tejo”. No próximo sábado, 16 de julho pelas 17h00, a Praia Fluvial do Bostelim recebe a apresentação dos performances Telma Pinto e Pedro Tiago, no espetáculo intitulado ‘Tempo, Recursos e Emoções’. A ação é descrita como uma “Performance com uma envolvência poética e abstrata num universo de uma linguagem física rigorosa e em altura. Esforço com a intenção de ser aquele sabor de superação sobre a dificuldade assim como leve. Leveza de algo muito rígido se tornar na força elementar, na parte mais espetacular a nível de truques, surpresa e aquele encantamento a nível da destreza que o circo pode oferecer. Um espetáculo sobre o tempo que leva o tempo, os recursos que variam ou se acrescem, as emoções de infância e dos tempos que correm ou que nos obrigam a levar o tempo com mais tempo.”

No dia seguinte, 17 de julho, domingo, o espetáculo estará a cargo do projeto ‘Marionetas da Feira’, pelas 14h00 na Praia Fluvial do Pego das Cancelas e pelas 18h00 na Praia Fluvial do Penedo Furado. Neste espetáculo as marionetas de fios de Rui Sousa são autênticos artistas de circo, num espetáculo cheio de movimento, cor e boa disposição. O trapezista francês, a bailarina russa, o malabarista italiano e tantas outras mais, escondem em si uma habilidade especial e algum outro adorável truque extra. Um espetáculo para todas as idades.

O projeto “Caminhos da Natureza” é composto por 68 ações que percorrerão diversos locais dos concelhos de Vila de Rei, Sertã, Ferreira do Zêzere e Mação, assentando no desenvolvimento de novas experiências e na dinamização, promoção e desenvolvimento de bens culturais e naturais – materiais e imateriais, como forma de diferenciação, competitividade, diminuição de assimetrias e reforço da coesão territorial, através da atratividade e promoção da imagem da região. O projeto é cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER.