TORRES NOVAS – Proteção Civil promoveu simulacros de incêndio em Zibreira e...

TORRES NOVAS – Proteção Civil promoveu simulacros de incêndio em Zibreira e Adofreire

O Serviço Municipal de Proteção Civil de Torres Novas, em colaboração com as Juntas de Freguesia de Pedrogão e de Zibreira, realizou, nos dias 22 e 23 de julho, dois exercícios de proteção civil integrados nos programas “Aldeia Segura” e “Pessoas Seguras”. «Os simulacros foram despoletados a partir do alerta de incêndio rural em Adofreire, Pedrógão, e incêndio urbano noturno na Zibreira, com o objetivo de treinar os diversos procedimentos das Unidades Locais de Proteção Civil, existentes em cada uma das freguesias», refere a Câmara em nota de imprensa. «Estas ações contaram com a colaboração da Guarda Nacional Republicana (GNR), Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Torrejanos (AHBVT), Divisão de Intervenção Social do Município de Torres Novas, Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação de Torres Novas, Centro de Assistência Paroquial de Pedrógão (CAPP), ZIGURATE e ICNF.«A iniciativa contou ainda com o acompanhamento de uma aluna do Instituto Politécnico de Tomar do curso de Pós-Graduação em Proteção Civil, de um aluno de Engenharia de Proteção Civil do ISEC Lisboa e de uma bolseira de investigação do projeto “Evacuar Floresta” e doutoranda do programa de doutoramento: “Território, Ricos e Políticas Públicas”, da Universidade de Coimbra», reforça o mesmo texto. Os programas nacionais “Aldeia Segura” e “Pessoas Seguras” são uma iniciativa da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) que visa a sensibilização e capacitação das populações para a adoção de medidas de autoproteção em caso de incêndio, com normas a adotar em caso de aproximação, populações cercadas, confinamento na habitação, evacuação e proximidade relativamente a um incêndio. Estes programas pretendem implementar, à escala local, um conjunto de atividades que poderão ser desempenhadas em prol da proteção e segurança de pessoas e dos seus bens, face à iminência ou ocorrência de incêndios rurais, complementando as ações nacionais realizadas.