TORRES NOVAS – Autárquicas 2021. Candidatura ‘Afirmar Torres Novas’ apresentada em Riachos

TORRES NOVAS – Autárquicas 2021. Candidatura ‘Afirmar Torres Novas’ apresentada em Riachos

A Casa do Povo de Riachos recebeu a apresentação da candidatura às autárquicas 2021 “Afirmar Torres Novas”, coligação entre o PSD e o CDS-PP de Torres Novas. Este momento contou com a presença de Pedro Pereira (Presidente da Comissão Política Distrital do CDS-PP de Santarém), António Carlos Monteiro (Vice-Presidente do CDS-PP), João Moura (Deputado do PSD eleito pelo círculo eleitoral de Santarém e Presidente da Comissão Política Distrital do PSD de Santarém) e Isaura Morais (Deputada do PSD eleita pelo círculo eleitoral de Santarém e Vice-Presidente da Comissão Política Nacional do PSD). Foram apresentados os diversos candidatos:

Candidatos às Freguesias

– Assentiz – Independente (Apoio GIF)

– Chancelaria – João Filipe Santos – Independente

– Meia Via – João Frade – Independente

– Pedrógão – Paulo Faustino – Independente

– Riachos – Francisco Gomes – Independente

– União das Freguesias de Brogueira, Parceiros de Igreja e Alcorochel – Pedro Inverno – PSD

– União das Freguesias de Olaia e Paço – Rui Nunes – Independente

– União das Freguesias de Torres Novas (Santa Maria, Salvador e Santiago) – João Paulo Gomes – Independente

– União das Freguesias de Torres Novas (São Pedro), Lapas e Ribeira Branca – Ana Brites -Independente

– Zibreira – Ana Sofia Coutinho – Independente

Lista de Candidatos à Câmara Municipal de Torres Novas

– Tiago Ferreira (Gestor) – PSD

– Carlos Graça (Empresário Agrícola) – PSD

– Anabela Santos (Professora) – PSD

– Gonçalo Reis (Diretor de Recursos Humanos) – CDS-PP

– Ana Correia (Educadora Social) – JSD

– Rita Pacheco (Diretora de Marketing) – PSD

– João António (Professor) – PSD

Lista de Candidatos à Assembleia Municipal de Torres Novas

– Arnaldo Santos (Reformado) – PSD

– Nuno Cruz (Gestor Bancário) – CDS-PP

– Susana Braz (Diretora Financeira) – Independente

– Francisco Sarmento (Gestor) – JSD

– Ana Catarina Craveiro (Professora) – Independente

– André Valentim (Eng. Civil) – PSD

– Isabel Correia (Solicitadora) – CDS-PP

– Paulo Santos (Diretor de Recursos Humanos) – PSD

– Vanda Pecegueiro (Advogada) – PSD

– Luís Paulo (Técnico Administrativo) – PSD

Em comunicado enviado para a redacção da Hertz, a candidatura deu conta dos principais momentos da apresentação: «Após os discursos dos elementos que compuseram a mesa de honra, incluindo o Presidente da Concelhia do CDS-PP de Torres Novas (Nuno Cruz), e da Mandatária de Candidatura, Ana Lúcia Cláudio, o candidato à Câmara Municipal de Torres Novas, Tiago Ferreira, num discurso emocionado, apresentou as linhas gerais da candidatura. O programa da candidatura assentará em 3 eixos estratégicos: Emprego, competitividade e inovação; Serviços municipais próximos e de qualidade; Educação, Qualidade de vida e legado às próximas gerações.

A) Emprego, competitividade e inovação
Afirmar Torres Novas como centro logístico e empresarial de referência regional e nacional.

B) Serviços municipais próximos e de qualidade
Afirmar Torres Novas com serviços municipais de qualidade acessíveis e para todos.

Proporcionar um serviço de elevada qualidade, capaz de assegurar um melhor desempenho junto dos Munícipes. Assumir um compromisso de qualidade com o foco no cidadão, na melhoria contínua, no envolvimento e desenvolvimento dos trabalhadores, na implementação de uma política de Gestão da Qualidade.

C) Educação, Qualidade de vida e legado às próximas gerações
Afirmar Torres Novas com projetos qualificados na área da Educação, Cultura, Desporto, com equipamentos e espaços integrados num território com um futuro mais sustentável, com forte cariz social e associativo e como um destino turístico onde se equilibre o viver o território com a promoção de Torres Novas como destino turístico.

Com a escolha destes 3 eixos, a equipa pretende implementar a sua Visão e Afirmar Torres Novas:

Como um concelho de referência no centro de Portugal, capaz de atrair e fixar jovens, empresas, investimento e mão-de-obra qualificada, apostando de uma forma clara na requalificação e na valorização profissional.

Sustentado num planeamento estratégico do ordenamento do território que permita assegurar respostas em tempo útil aos investidores e a todos aqueles que trabalham diariamente para acrescentar valor.

Para isso, uma das ações passará por dotar o concelho de uma Zona de Atividade Económica (ZAE), destinada a captar investimento e desenvolvimento científico, visando a transição dos atuais sistemas energéticos baseados no consumo de combustíveis fósseis (carvão, gás natural e petróleo) para sistemas baseados em recursos renováveis (hidrogénio e outros), na senda daquele que é o desígnio da agência da energia do Médio Tejo.

A equipa irá apostar na transformação digital e na reestruturação do departamento de urbanismo para dar respostas céleres a todos aqueles que queiram investir no nosso concelho.

A equipa quer, também, ter um concelho como uma referência da região no desenvolvimento social, cultural e desportivo e para isso criará uma estrutura ou unidade orgânica dotada de financiamento e capacidade técnica para apoiar os clubes, as associações, as IPSS e as juntas de freguesia para a elaboração de candidaturas a fundos europeus que permitam aproveitar ao máximo o novo quadro comunitário e revitalizar os centros históricos da cidade e das aldeias de uma forma integrada.

Tudo isto para que em 2025, sejamos um concelho relevante e de referência no combate às alterações climáticas e no cumprimento dos ODS – Objetivos de Desenvolvimento Sustentável».