TOMAR – Socorro à população conheceu (mais um) episódio lamentável no Bairro...

TOMAR – Socorro à população conheceu (mais um) episódio lamentável no Bairro 1º de Maio. Hertz já pediu explicações ao INEM

A prestação de socorro à população de Tomar continua a conhecer episódios lamentáveis que, felizmente, pelo menos até agora, ainda não resultaram em nada de mais trágico. Nesta quarta-feira, um senhor necessitou de ser socorrido no Bairro 1º de Maio mas face à indisponibilidade de ambulâncias no quartel dos bombeiros nabantinos a solução passou por pedir ajuda a Ferreira do Zêzere, que direccionou a sua viatura INEM até à cidade do Nabão. Até que este auxílio chegasse, os bombeiros de Tomar não tiveram outro remédio senão deslocarem-se ao Bairro num Veículo de Transporte de Pessoal Táctico, onde transportaram oxigénio e a mala de primeiros socorros. Depois foi necessário aguardar pela ambulância de Ferreira do Zêzere. Este género de episódios está a ser, infelizmente, cada vez mais usual e explica-se com a escassez de recursos no quartel nabantino, que continua privado da sua viatura do INEM – que nos últimos sete meses nem trinta dias conseguiu estar ao serviço face a constantes avarias – e ainda de outro veículo que está nas oficinas municipais. Para além disso há sempre a questão de as urgências estarem centralizadas em Abrantes o que faz com que algumas viaturas fiquem retidas naquela Unidade… o que estava a acontecer precisamente nesta quarta-feira. Importa referir que, a propósito das constantes avarias na ambulância do INEM, a Hertz já pediu explicações ao próprio Instituto Nacional de Emergência Médica pelo que são aguardados esclarecimentos sobre uma situação que já roça o impensável e que é deveras preocupante uma vez que está em causa o socorro à população. Foto Sandra Nunes/Facebook