TOMAR – Seca na região. Anabela Freitas lamenta que suspensão da produção...

TOMAR – Seca na região. Anabela Freitas lamenta que suspensão da produção de eletricidade não tivesse sido colocada em prática mais cedo

A ausência de chuva está a fazer soar os alarmes em Portugal, em particular no Médio Tejo, tendo em consideração a diminuição do armazenamento na Albufeira de Castelo de Bode que, recorde-se, serve cerca de três milhões de pessoas, entre a região propriamente dita, parte da Lezíria e do Oeste e ainda Lisboa e Vale do Tejo. João Pedro Matos Fernandes, Ministro do Ambiente, já se referiu a este caso concreto para assegurar que está garantida água para consumo humano para um período de dois anos, uma estimativa que foi motivo de análise na recente reunião da Câmara de Tomar. Anabela Freitas, presidente da autarquia, advertiu que essa margem temporal poderá ser reduzida tendo em consideração o número de incêndios que eventualmente possam ocorrer a curto/médio prazo, reforçando – por outro lado – a importância das campanhas de sensibilização. Quanto à suspensão da produção de eletricidade na Barragem de Castelo de Bode, Anabela Freitas disse que a medida deveria ter sido mais cedo colocada em prática: