TOMAR – Reunião de Câmara com acusações de «falta à verdade» e...

TOMAR – Reunião de Câmara com acusações de «falta à verdade» e «birras»… Anabela Freitas disse que Célia Bonet a chamou de «mentirosa» e recusou responder-lhe até final da sessão

Os ânimos voltaram a aquecer numa reunião da Câmara de Tomar. Desta feita, com acusações em torno de supostas mentiras e birras pelo meio, sendo que até na bancada do Partido Social-Democrata houve divisão na altura da votação. Assim aconteceu, precisamente, por altura da análise ao contrato interadministrativo de Delegação de Competências com a freguesia de Paialvo, ocasião em que a vereadora Célia Bonet, eleita pelo PSD, se queixou da «falta de documentação» e de outros «esclarecimentos», referindo que «não vota mais em pressupostos e sobre pareceres que não existem». A verdade é que este dossier foi aprovado com seis votos favoráveis, incluindo dos vereadores José Delgado e Luís Ramos, também eles sociais-democratas. Os ânimos, esses, azedaram quando Célia Bonet deu a entender que não houve verdade por parte do executivo na informação prestada em alguns assuntos debatidos em reuniões anteriores. Anabela Freitas, presidente da Câmara, não gostou e recusou-se a prestar mais informações à vereadora: