TOMAR – Politécnico preencheu 39,2% das 500 vagas disponíveis. Fotografia e Comunicação...

TOMAR – Politécnico preencheu 39,2% das 500 vagas disponíveis. Fotografia e Comunicação Social foram os cursos mais procurados

Está concluída a colocação na primeira fase do concurso nacional de acesso ao Ensino Superior e, de acordo com os dados da Direção-Geral do Ensino Superior (DGES), o Politécnico de Tomar teve uma taxa de ocupação de vagas de 39,2% das 500 disponíveis. Este valor, apesar de traduzir um ligeiro decréscimo de onze candidatos face ao ano anterior, está dentro do limite de confiança a 95%, cuja distribuição mostra um crescimento sustentado nos últimos sete anos. Estes resultados, em conjunto com a primeira fase de colocações através dos concursos especiais, mostram que a taxa de ocupação de vagas é, até ao momento, de 63% o que representa um aumento sensível relativamente ao mesmo momento do ano de 2018/2019. Ainda no contexto das licenciaturas deve ser sublinhado também o aumento de estudantes internacionais. Em relação aos Cursos Técnicos Superiores Profissionais (cTeSP), no momento em que decorre a segunda fase de candidaturas, verifica-se que o número de candidatos admitidos na primeira fase foi de 287 estudantes. No ano transato o número de alunos matriculados tinha sido de 153 estudantes, o que representa, no mesmo momento, um aumento de 86%.

Fotografia, na Escola Superior de Tecnologia de Tomar, com 26 candidaturas, e de Comunicação Social, na Escola Superior de Tecnologia de Abrantes, com 29 foram os dois cursos que registaram a maior procura. A segunda fase de candidaturas decorre entre a partir desta segunda-feira e vai prolongar-se até 20 de setembro. Os resultados de ingresso no ensino superior da segunda fase serão conhecidos a 26 de setembro. Para os cursos de Mestrado estão a decorrer com normalidade as respetivas candidaturas e seriação, que perspetivam um ligeiro aumento, considerando os candidatos já admitidos.