TOMAR – Perspectivam-se mudanças na recolha e tratamento de resíduos. Resitejo tem...

TOMAR – Perspectivam-se mudanças na recolha e tratamento de resíduos. Resitejo tem os dias contados

Tomar é um dos dez municípios na região que está, neste momento, envolvido num processo de elaboração dos estatutos de uma nova empresa intermunicipal que irá fazer a gestão dos resíduos sólidos nos concelhos que aderirem à nova estrutura que vai substituir a RESITEJO. Ao longo dos anos muitas têm sido as vozes, caso do município de Tomar, que contestam a gestão levada a cabo pela empresa, estrutura que tem acumulado prejuízos e que não garante o serviço de qualidade que os municípios na recolha de resíduos sólidos. O assunto foi abordado pela presidente da Câmara de Tomar na recente Assembleia Municipal, onde a autarca revelou que a nova empresa deverá iniciar funções a 01de Julho deste ano: