TOMAR – Orçamento aprovado… com duras críticas da oposição

TOMAR – Orçamento aprovado… com duras críticas da oposição

Está aprovado o Orçamento do Município de Tomar tendo em vista o ano de 2019. Serão 33,9 milhões de euros para apostar em seis vectores, sendo que o principal objectivo passa pela coesão e inclusão social. Assim o disse Anabela Freitas, presidente da Câmara, quando confrontada com as críticas da oposição, em especial do PSD, para além da CDU, que também votou contra. O BE absteve-se. Nota para a explicação de Anabela Freitas sobre este documento estratégico:

Por sua vez, Lurdes Ferromau, líder da bancada do PSD, explicou as razões pelas quais o orçamento não mereceu o apoio do seu grupo:

Paulo Macedo, líder da CDU, apontou a falta de estratégia para o desenvolvimento económico como uma das razões para o voto contra no orçamento:

Maria da Luz Lopes, do Bloco de Esquerda, criticou o Partido Social-Democrata por gestões passadas e depois lamentou que o orçamento do PS não vá mais longe: