TOMAR – Obras de saneamento. Eleitos do PSD na Assembleia da freguesia...

TOMAR – Obras de saneamento. Eleitos do PSD na Assembleia da freguesia urbana apoiam pretensões dos moradores da Rua do Sobreiro e da Rua da Felicidade

A bancada do Partido Social-Democrata da Assembleia de Freguesia de São João Baptista e Santa Maria dos Olivais, de Tomar, apresentou uma moção que pretendia, segundo os signatários, «insistir junto das entidades competentes (Município e Tejo Ambiente) no sentido de ser permitido o acesso à rede de esgotos a algumas habitações que ficaram fora do projeto inicial, e ainda evitar custos acrescidos para aqueles moradores que têm as suas casas abaixo do nível da via pública obrigando, em determinados casos, à instalação de um sistema de bombagem para os resíduos». Este texto, refira-se, foi aprovado com sete votos a favor (PSD, CHEGA! e CDS) e seis contra (por parte do Partido Socialista). Em comunicado enviado para a redação da Hertz, o PSD recorda que «as preocupações com as redes de saneamento são parte integrante da agenda de grandes instituições como a Comissão Europeia e a Nações Unidas. Esta última instituiu mesmo, desde de 2013, o Dia Mundial do Saneamento, comemorado do dia 19 de novembro. O facto de cerca de 3600 milhões de pessoas a nível mundial ainda não terem acesso ao saneamento básico, contribui, de forma manifesta, para a contaminação de solos e linhas de água, com consequente impacto nas condições de vida de todas as pessoas e, em especial das gerações mais novas, que assim, assistem ao comprometimento do ambiente», reforça o texto que, de seguida, refere que «ao nível do nosso país, não obstante o desperdício de fundos destinados à melhoria das redes de saneamento, em quadros comunitários de apoio passados, pequenos passos têm sido dados na melhoria dessas redes». O PSD centra, depois, atenções no concelho de Tomar para refere que «são reconhecidos esforços que estão a ser realizados tendo em vista o aumento da percentagem de população abrangida pela rede de saneamento, aproveitando fundos do POSEUR do Portugal 2020. Mas, muito há, ainda, a fazer».

O Grupo do PSD diz estar atento a esta problemática «e é conhecedor de algumas situações que motivam preocupação por parte dos moradores, no que diz respeito à não inclusão de algumas vias no projeto de saneamento. Designadamente, o caso da Rua do Sobreiro em Casal Castilho, onde a população já manifestou o seu descontentamento ao Sr. Presidente de Junta e a um representante da Tejo Ambiente, estando na expectativa de verem as suas pretensões atendidas. O mesmo sucedendo com a Rua da Felicidade, em Calçadas, onde os moradores através de uma petição e de um abaixo assinado, reivindicam que essa artéria, com uma extensão de cerca de 300m e com 24 fogos, seja, também, contemplada com saneamento básico. Tais documentos foram já endereçados quer para o Município de Tomar, quer para a empresa Tejo Ambiente, sem que até ao momento, não foi obtida resposta, inexistindo garantia de que o projeto venha a ter uma adenda, por forma a contemplar o peticionado. Paralelamente, temos outros casos, que deveriam conduzir a uma reavaliação do projeto, como a Rua do Eucalipto, em Casas de Além e a Rua da Belavista, em Santa Cruz. Situação diversa, que também tem sido motivo de reclamação por parte de moradores e que é transversal a diversas localidades, é o facto da conduta estar a ser instalada a relativa baixa profundidade. Esta evidência impossibilita que o efluente drene por gravidade a partir dos fogos que se encontram abaixo do nível da via pública. Os cidadãos são assim obrigados a despender verba adicional para instalação de um sistema de bombagem. Foto ilustrativa