TOMAR – Não há controlo das lamas provenientes da ETAR de Seiça....

TOMAR – Não há controlo das lamas provenientes da ETAR de Seiça. O alerta foi dado por Bruno Graça

A questão da poluição no Rio Nabão voltou a ser abordada na reunião de câmara realizada na passada segunda-feira. Apesar de aparentemente os episódios de poluição terem diminuído consideravelmente nas semanas mais recentes, embora haja registo para a acumulação de poluentes a jusante, na Ribeira de Seiça, Bruno Graça, vereador da CDU no executivo, voltou a referir que o problema não está resolvido. O vereador salientou que não há controlo das lamas provenientes da ETAR de Seiça, pois quando as chuvas voltarem, a poluição voltará também ao rio. Disse ainda que quem está encarregue destas questões, e também GNR, deve saber e fazer o controlo, da circulação e entrega das lamas daquela ETAR, pois só assim as coisas irão melhorar.
Bruno Graça referiu ainda que o rio deverá ser preservado, pois até há um projecto de muito milhões de euros para fazer a sua requalificação. A CDU acha que deverá ser dos mais prioritários dos projectos em termos de financiamento, e que só este plano poderá resolver o problema do rio, desde a Ponte da Vala até à Matrena.
Imagem de arquivo