TOMAR – Lurdes Ferromau (São Pedro) nega que a Câmara tenha contactado...

TOMAR – Lurdes Ferromau (São Pedro) nega que a Câmara tenha contactado a Junta a propósito da fibra óptica: «As declarações (ndr: de Anabela Freitas) induzem as pessoas em erro e podem pensar que não estamos a fazer o nosso trabalho. E isso não é verdade!»

Lurdes Ferromau Fernandes, presidente da Junta de São Pedro, assegurou à Hertz que não foi contactada pela Câmara de Tomar no sentido de que a freguesia pudesse indicar qual o local para a colocação de infraestrutura tecnológica que possibilite a cobertura de rede por fibra óptica. Refira-se que, na recente reunião do executivo nabantino, a presidente Anabela Freitas disse que apenas dois presidentes de Junta tinham respondido a esse contacto, algo que Lurdes Ferromau contrapõe, assegurando mesmo que «não é verdade»:

PSD reage, em comunicado, a declarações de Anabela Freitas
Entretanto, a Concelhia de Tomar do PSD reagiu, em comunicado, às declarações de Anabela Freitas. Eis o texto, na íntegra:

«Assistimos a uma tremenda evolução tecnológica ao longo das últimas décadas, o acesso à internet generalizou-se, assim como o uso de computadores e smartphones. Nos dias de hoje, com a pandemia, o teletrabalho e o ensino à distância tornaram-se parte do nosso dia a dia. A qualidade do serviço de internet assume assim ainda maior relevância no desempenho das funções profissionais ou académicas remotamente, e a fibra óptica tem um papel fundamental nesse serviço. O nosso concelho tem muitas falhas no que diz respeito ao acesso à rede de fibra óptica, em particular nas freguesias de predominância rural. Na passada segunda-feira, 15 de fevereiro, em reunião de Câmara Municipal, a senhora Presidente Anabela Freitas indicou que vão avançar dois projetos de expansão da rede de fibra óptica: na União de Freguesias de Além da Ribeira e Pedreira e na União de Freguesias de Serra e Junceira. O argumento evocado para a seleção destas freguesias como alvo dos trabalhos de expansão da rede foi de que estes teriam sido os únicos Presidentes de Junta de Freguesia que responderam à Câmara Municipal com a indicação dos aglomerados urbanos prioritários. Ainda de acordo com as palavras da senhora Presidente, nenhum presidente de junta do Partido Socialista respondeu ao pedido. No entanto, as declarações da senhora Presidente de Câmara não correspondem à verdade – prática que tem vindo a ser reiterada por vários membros do executivo socialista. As Juntas de Freguesia não receberam qualquer contacto da Câmara Municipal no sentido de identificarem prioridades para instalação de redes de fibra óptica nas suas freguesias. Se não receberam qualquer contacto da CMT, como poderiam os Presidentes de Junta de Freguesia ter respondido? O Partido Social Democrata verifica ainda que existiram contactos por parte de Juntas de Freguesia com a Câmara Municipal, fazendo chegar a insatisfação dos cidadãos e solicitando uma resposta eficaz, com a empresa que está a efetuar os trabalhos de ampliação de rede de fibra óptica e inclusive com a ANACOM no sentido de aumentar a oferta de serviços com fibra óptica nos seus territórios. Assim, o Partido Social Democrata condena veementemente as declarações da Presidente de Câmara, que em nada correspondem à verdade e que colocam em causa o trabalho, o empenho e a dedicação dos Presidentes de Junta de Freguesia».