TOMAR – Liga dos Amigos do Hospital doou 15 “almofadas coração” ao...

TOMAR – Liga dos Amigos do Hospital doou 15 “almofadas coração” ao Serviço de Oncologia

A Liga dos Amigos do Hospital de Tomar (LAHT) solidarizou-se com a causa da luta contra o Cancro da Mama e fez uma doação de 15 “almofadas coração” ao Serviço de Oncologia – Cirurgia 3 do Hospital de Tomar, unidade que integra o CHMT – Centro Hospitalar do Médio Tejo. Estas almofadas, que foram confecionadas em puro algodão colorido, com carinho e dedicação pelas mãos da voluntária da LAHT Rosário Pimenta, vão ser entregues a mulheres que enfrentam a dura batalha contra o cancro da mama, e que se irão submeter a uma cirurgia de Mastectomia, com ou sem esvaziamento axilar, na Unidade de Tomar. À primeira vista, as almofadas que agora foram doadas pela LAHT parecem meramente decorativas. No entanto, elas foram desenvolvidas exclusivamente para mulheres que enfrentam a batalha contra o cancro da mama. De facto, uma das principais funções da “Almofada Coração” é diminuir dor no local pós Mastectomia: colocada sob as axilas, esta almofada serve de suporte ao ombro, removendo a pressão do braço e/ou do peito, proporcionando um alívio de pressão sobre local afetado pela cirurgia. O formato de “coração” não é apenas símbolo universal do amor: esta forma, com o centro em “U”, resulta num melhor encaixe entre o braço e a axila e funciona também como um preenchimento da sensação de espaço “vazio” que é normalmente sentida após uma cirurgia de Mastectomia. Esta almofada confere igualmente uma sensação de conforto quando posicionada como apoio do braço/ costas/ pescoço, ou quando a doente está deitada de lado. “Estes corações são muito mais do que almofadas. É certo que foram pensadas e elaboradas para permitir um maior conforto físico para as doentes oncológicas que tiveram que se submeter a uma cirurgia de Mastectomia no nosso Hospital, mas são também um gesto de amor que aquece o coração das doentes que enfrentam aquele que todos sabemos que é um momento psicologicamente difícil”, afirma Casimiro Ramos, Presidente do Conselho Hospitalar do Médio Tejo, que acompanhou a doação da LAHT ao Serviço de Oncologia do Hospital de Tomar. www.chmt.pt