TOMAR – JSD propõe pagamento de um indexante dos apoios sociais (428,90€...

TOMAR – JSD propõe pagamento de um indexante dos apoios sociais (428,90€ em 2018) a todas as grávidas no 7º mês de gravidez

No âmbito das comemorações do Dia Mundial da Criança, a Juventude Social-Democrata (JSD) de Tomar realizou uma iniciativa simbólica na Escola Básica (EB) 1 de Carregueiros envolvendo a participação das crianças num momento lúdico e recreativo onde a cor e a pintura foram o destaque de uma manhã diferente. Para além desta iniciativa houve ainda a visita guiada da Presidente de Junta de Freguesia, Maria José Serra (PSD), que apresentou o espaço inaugurado em 2017, sonho da comunidade escolar local e da sua Junta, a sala do OTL e refeições que serve cerca de 40 crianças. Um sonho que proporcionou melhores condições aos alunos e trabalhadores desta escola, que sob o apoio da Junta da Freguesia foi concretizado. Numa nota de imprensa enviada para a redacção da Hertz, a JSD deu conta de um conjunto de políticas para a Infância, para a Natalidade e para a fixação de famílias nas freguesias rurais do concelho:

«Não podemos continuar a ignorar os problemas do desequilíbrio da balança da Natalidade do nosso concelho nem do nosso país. O Partido Social Democrata
tem-se mostrado como alternativa credível nesta matéria, tanto que recentemente foram publicadas as 6 Medidas de Política para a Infância (emanadas pelo Conselho Estratégico Nacional do PSD) como:

1 – Pagamento de um indexante dos apoios sociais (428,90€ em 2018) a todas as grávidas no 7º mês de gravidez;

2 – Alargamento da Licença de Maternidade/Paternidade paga até às 26 semanas (atualmente é de 20 semanas);

3 – Extensão da duração das licenças até 1 ano;

4 – Atribuição de um subsídio fixo por criança (com valores progressivamente menores até aos 18 anos, em substituição do abono de família)

5 – Gratuitidade sem obrigatoriedade de frequência dos estabelecimentos
de infância (0-6anos) das redes pública e solidária;

6 – Criação de uma linha acesso aos fundos estruturais (quando as empresas se proponham a investir na abertura de uma Creche/Jardim de Infância que funcione junto a uma zona empresarial)

Sendo assim, urge um novo olhar crítico e exigente sobre as estruturas que nos governam para que se melhore este paradigma, analisando as condições do ensino pré-escolar em vigor no concelho, apoios à fixação de jovens casais, bem como as medidas de incentivo à natalidade que no momento atual são complemente inexistentes, apesar das propostas apresentadas pelos eleitos do PSD na Assembleia de Freguesia Urbana que não tiveram seguimento pelo executivo PS da Junta».