TOMAR – Enfermeiros reclamam por melhores condições no Médio Tejo e não...

TOMAR – Enfermeiros reclamam por melhores condições no Médio Tejo e não poupam críticas à administração hospitalar: «Há profissionais que ganham o mesmo… há 20 anos»

A recente greve que os enfermeiros fizeram no Centro Hospitalar do Médio Tejo, hospital de Tomar incluído, registou uma adesão de 90,2% de profissionais, segundo avançou Helena Jorge, do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses. Contactada pela Hertz, a também enfermeira não poupou nas críticas à administração do CHMT, lamentando que os seus colegas estejam «desmotivados» e «prejudicados nos ordenados», referindo, então, que o Centro Hospitalar do Médio Tejo «não fez nada para resolver a situação desde o recente 8 de Março»:

Helena Jorge recordou que os enfermeiros têm sido sujeitos a «um volume enorme de horas extraordinárias», «o que os leva a abdicar do próprio descanso». Perante esta falta de estabilidade, vaticinou, o Médio Tejo está na perspetiva de perder mais profissionais: