TOMAR – Confirma-se cenário avançado pela Hertz: Câmara pediu explicações porque os...

TOMAR – Confirma-se cenário avançado pela Hertz: Câmara pediu explicações porque os Centros de Saúde locais não têm alargamento de horário

A indicação foi avançada pela Hertz e confirma-se, agora, com um esclarecimento de Hélder Henriques, vereador da Câmara de Tomar, texto esse remetido para a nossa redacção: o eleito do Partido Socialista questionou o Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo em virtude de os centros de saúde nabantinos terem ficado de fora do alargamento de horários implementado pelo ACES desde esta quinta-feira. Na resposta, Sofia Theriaga, directora executiva da citada entidade, refere que a principal razão se prende «com o facto de o CHMT já ter reforçado a equipa de urgências de Tomar para poder ter mais e melhor resposta». A dirigente assegurou que está em causa um plano de contingência «dinâmico, com monitorização diária, pelo que em caso de se elevar a procura por parte dos utentes e a capacidade de resposta começar a ficar limitada, será imediatamente acionado o alargamento de horário», ou seja, confirmou aquilo que a Hertz avançou depois de questionar fonte do ACES. Nesta fase, por isso, ao contrário do que acontece em Abrantes, Torres Novas, Ourém, Ferreira do Zêzere e Alcanena, Tomar fica de fora do alargamento de horário, que é uma das medidas implementadas pelas autoridades de saúde para amenizar o pico da gripe e consequente corrida às urgências hospitalares.