TOMAR – Concerto Sinfónico no Convento de Cristo passa para as 21h30

TOMAR – Concerto Sinfónico no Convento de Cristo passa para as 21h30

O calor que se faz sentir levou o Zêzere Arts Festival a passar para as 21H30, o Concerto Sinfónico que será apresentado pela Orquestra do Festival e antes anunciado para as 18H00 (nos cartazes com a programação de Tomar). A entrada é livre e far-se-á pelo Portão do Claustro da Micha. Do programa constam Vivaldi – Concerto ‘alla rustica’, Joly Braga Santos – Concerto para Cordas, Antonio Vivaldi – Le quattro stagioni – Inverno e Outono, Ástor Piazzolla – Las cuatro estaciones porteñas – Primavera e Verano e Silbelius – Valse triste

Ainda no dia 29 de Julho, no Cine-Teatro Paraíso de Tomar, às 14H30, terá lugar o recital, apresentado pelos estudantes do Curso de Verão do Festival Zêzerearts com a pianista Taíssa Poliakova Cunha. A entrada é livre. No mesmo dia, na margem do Tejo e com o Castelo de Almourol ao fundo decorre o espetáculo de dança e música, As Estações de Vivaldi e Piazzolla, às 21H30. No dia 30 de julho decorre na Biblioteca Municipal Dr. António Baião, em Ferreira do Zêzere, o recital pelos estudantes do Curso de Verão do Festival Zêzere Arts e, no dia 31 de julho, também em Ferreira do Zêzere, às 16H00, acontece o Concerto de Gala, no Centro Cultural com as solistas convidadas: Valerie Vervoort, Natasa Sibalic e Juliana Mauger. A orquestra apresenta: Joly Braga Santos – Concerto para Cordas, Antonio Vivaldi – As quatro estações – Inverno e Outono, Ástor Piazzolla – As quatro estações portenhas – Primavera e Verão, Silbelius – Valsa triste e Árias e Duetos de Ópera para Soprano e Mezzo com Orquestra.

Zêzere Arts estende-se até 10 de agosto:

Ópera
Em coprodução com o Ciclo de Música no Convento dos Capuchos, Almada

Cine-Teatro Ivone Silva, Ferreira do Zêzere
4 Agosto – 21h30

Ensemble de Cordas Musicamera
Brian MacKay – Director Musical
Iria Perestrelo – Serpina
José Corvelo – Umberto
F. Pedro Oliveira – Vespone
Roberto Recchia – Encenador

Giovanni Battista Pergolesi – La Serva Padrona

Nesta irreverente comédia de costumes de Pergolesi assiste-se à transformação da Serva em Patroa. Esta ópera bufa foi concebida inicialmente como uma cena de “entrada” para entretenimento da audiência, antecedendo uma ópera “séria”. Tornou-se célebre por dar origem à famosa “Querelle des Bouffons”, um conflito que acendeu os ânimos em Paris, sendo a primeira de uma longa tradição de comédia operática que colocou a nu as normas sociais do seu tempo.

Jantar de Gala – “Tournedos Rossini”
Hotel Casa do Adro, Ferreira do Zêzere
10 Agosto – 19h00

Noite de gala com música e ópera de Rossini para acompanhar uma refeição gourmet.

Luís Pacheco Cunha (violino)
Maria José Laginha (violino)
Catherine Strynckx (violoncelo)
Alejandro Erlich-Oliva (double bass)
Brian MacKay (piano)
Natasa Sibalic (soprano)
Juliana Mauger (mezzo)