TOMAR – Concelho viu nascer cinco empresas em Outubro. Santarém e Ourém...

TOMAR – Concelho viu nascer cinco empresas em Outubro. Santarém e Ourém voltam a mostrar uma “pedalada” impossível de alcançar

Na análise mensal à criação de empresas no distrito de Santarém efetuada pela NERSANT, a associação empresarial verificou que em outubro nasceram na região mais 87 empresas. O concelho de Santarém lidera novamente, destacada, a tabela, com a criação de 24 sociedades neste mês, seguindo-se, também sem surpresa, Ourém, com 16 sociedades criadas. Ao longo do ano de 2018, estes territórios têm sido os que mais contribuíram para a criação de empresas no distrito. Os concelhos de Benavente, Coruche, Entroncamento, Tomar e Torres Novas criaram, cada um, cinco empresas, estando, por isso, empatados no terceiro lugar da tabela. Abrantes surge logo a seguir, com quatro sociedades. Cartaxo, Rio Maior e Salvaterra de Magos criaram três sociedades e Almeirim, Alpiarça e Vila Nova da Barquinha viram nascer duas empresas. Alcanena e Mação surgem na cauda da tabela, com a criação de uma. Não criaram qualquer empresa, no período em causa, os concelhos de Chamusca, Constância, Ferreira do Zêzere, Golegã e Sardoal. Relativamente aos setores de atividade, destaque para a criação de empresas relacionadas com atividades comércio e retalho (9), compra e venda de bens imobiliários (8), restaurantes tipo tradicional (7), atividades de consultoria para os negócios e a gestão (5), alojamento mobilado para turistas (4), construção de edifícios residenciais e não residenciais (3) e comércio de veículos automóveis ligeiros (3).