TOMAR – Concelho tem o maior número de intervenções, de entre o...

TOMAR – Concelho tem o maior número de intervenções, de entre o Médio Tejo, de remoção de fibrocimento nas escolas

O Programa Operacional Regional do Centro (Centro 2020) aprovou 100 projetos para remoção de fibrocimento nos edifícios escolares, representando um investimento total de 11,4 milhões de euros, com uma comparticipação de fundos europeus de cerca de 10 milhões. Estes projetos vão permitir a remoção e substituição de cerca de 174.532 m2 de coberturas com amianto, o equivalente a 17 campos de futebol. Os apoios concedidos visam a remoção e substituição das estruturas com amianto nas escolas públicas dos níveis de ensino pré-escolar, 1º, 2º e 3º ciclos e ensino secundário, que estão sob a gestão da administração central ou local, respondendo definitivamente a uma preocupação de saúde pública. Nota, nesta lista, para a presença de três escolas do concelho de Tomar, casos da EB Santa Iria, da Gualdim Pais e ainda da Santa Maria do Olival, sendo que o território nabantino é mesmo aquele, dentro do Médio Tejo, com maior número de intervenções. Também em Torres Novas registo para uma intervenção do género, na escola básica e secundaria Artur Gonçalves, assim como no Bloco C da Escola C+S, D. Maria II, em Vila Nova da Barquinha, e no Jardim de Infância da Atalaia, também no território barquinhense. Finalmente, em Constância, registo para a remoção de fibrocimento na EB Luís de Camões.