TOMAR – Clientes da Tejo Ambiente deixam de ter duas limpezas gratuitas...

TOMAR – Clientes da Tejo Ambiente deixam de ter duas limpezas gratuitas de fossa por ano. Quem quiser, pode recusar pagar ‘taxa de saneamento’

Os clientes da Tejo Ambiente vão deixar de ter acesso a duas limpezas gratuitas de fossas séticas por ano. Esta é uma certeza que se tira do comunicado emitido por esta empresa intermunicipal, texto esse destinado a explicar – refere aquela entidade – «a problemática que tem vindo a público acerca das tarifas de saneamento». Ou seja, cada cliente que ainda recorre a fossas tinha direito, antes de Agosto último, às duas referidas limpezas sem qualquer custo, um cenário que agora muda por imposição do Estudo de Viabilidade Económico-Financeira. Nesse sentido, a Tejo Ambiente passou a incluir nos seus tarifários uma ‘taxa de saneamento’, com um preço médio de 8,66 euros por mês, valor para uma família com um consumo médio de água de 8 m³/mês.

 

Quem concordar com este valor, diz a Tejo Ambiente, «terá direito a duas limpezas de fossa por ano». Mas quem não concordar pode, efetivamente, abdicar desse serviço e não pagar, dessa forma, a dita ‘taxa’. No entanto, por aquilo que a Hertz apurou, se estas pessoas depois recorrerem à Tejo Ambiente para limpar fossas poderão ser confrontadas com um preço unitário em volta dos 180 euros! Tal como a Hertz já tinha adiantado em tempo oportuno, esta mesma ‘taxa de saneamento’ só está a ser cobrada a residentes em locais onde o saneamento dito convencional irá chegar a curto médio/prazo. Os utilizadores de fossas que residem em localidades onde não está prevista a chegada do saneamento não irão pagar a mencionada taxa.