TOMAR – Chão das Eiras promoveu a sua sardinhada de convívio

TOMAR – Chão das Eiras promoveu a sua sardinhada de convívio

Era usual a aldeia do Chão das Eiras a alguns anos fazer uma festa por altura do S. João. Porém a festa deu lugar a uma almoço de convívio por esta altura e passaram a ficar “a sardinhada” do Chão das Eiras para honrar o santo padroeiro da capela que foi construída aí há 30/40 anos na aldeia. O povo da pequena aldeia voltou a juntar-se e aí estava convívio na noite de S. João e em que Joâo Luís Alves, presidente da Junta, marcou presença bem como o candidato pelo PSD à Câmara de Tomar – Luís Boavida. Os versos da Tim Maria Moleira foram declamados e passou-se numa noite um pouco ventosa bons momentos de convívio.

Associação dos Calvinos com pujança e excelentes obras de melhoramentos – Um novo bar foi construído na sala do r/c da Associação dos Calvinos e o momento foi pretexto para a sua inauguração e uma sardinhada de convívio que juntou a “família calvinense” nas instalações. Há dois anos e picos, registe-se, depois de mito tempo com as instalações encerradas os sócios viram que fazia falta, aquilo que construíram ao longo de décadas voltar a ganhar vida e desde então regressou a festa e os convívios e o investimento em melhorais. Registe-se que na mesma semana a aldeia dos Calvinos, vibrou com a visita de uma comitiva francesa de membros dos veteranos do RUGBY CLUB LOS ASPIRINEOS da vila francesa Bordères-sur-l’Échez próximo de Tarbes, vila com cerca de 4500 habitantes e tal como Tomar templária. Chagados aos Calvinos que pelas ruas da aldeia tocando os seus instrumentos de percussão e depois no salão desta Associação, num jantar mostram a sua cultura, vivência. Estiveram nos Calvinos de visita a Portugal cerca de 30 elementos, vindos de autocarro e a convite de uma membro desse clube natural dos Calvinos; vieram conhecer esta aldeia e deixaram as melhores recordações, numa noite animada e bem regada. Tarbes é um cidade francesa próximo de Lourdes e Pau e que tem emigrantes dos Calvinos há muitos anos. Registe-se que há uns anos um filho da terra, juntamente com dois franceses ligou França aos Calvinos pedalando e um dos ciclistas era invisual, vindo em bicicleta dupla (tander). António Freitas