TOMAR – Centro Cultural e Desportivo da Câmara sob suspeita. PSD admite...

TOMAR – Centro Cultural e Desportivo da Câmara sob suspeita. PSD admite cenário de desvio de dinheiros públicos

O Partido Social-Democrata quer explicações sobre o polémico processo em torno do Centro Cultural e Desportivo da Câmara e SMAS de Tomar. A situação será de tal forma grave que poderão estar em causa os crimes de peculato e/ou falsificação de documentos. É nesse sentido que houve registo para a presença de inspectores do Tribunal de Contas na autarquia nabantina, principalmente para ser avaliado o processo de transferência de verbas (subsídios) do Município para o citado CCD, entidade formada por funcionários da autarquia e que tem por norma a realização de actividades culturais e desportivas para os próprios e respectivos familiares, entre outras iniciativas. Dada a complexidade do assunto – que deverá chegar mesmo ao Ministério Público – os vereadores do Partido Social-Democrata apresentaram um requerimento onde deixam em aberto a possibilidade de o Centro Cultural e Desportivo estar a desviar os montantes que lhe são atribuídos «para outros fins», sendo que a vereadora Célia Bonet questionou directamente a presidente Anabela Freitas sobre a suposta ilegalidade deste conjunto de processos, perguntando até se a autarca «tinha conhecimento de tudo isto» e se «ocultou estas eventuais irregularidades». Anabela Freitas irá, agora, responder a esse requerimento: