TOMAR – Câmara e CIRE chegam a acordo sobre os terrenos na...

TOMAR – Câmara e CIRE chegam a acordo sobre os terrenos na avenida D. Maria II. Autarquia deverá conceder direito de superfície em nome da instituição social

Tudo aponta no sentido de que a Câmara de Tomar e o Centro de Integração e Reabilitação já tenham enterrado ‘o machado de guerra’ em relação aos terrenos onde estão edificadas as antigas instalações do CIRE, precisamente na avenida D. Maria II. O ponto de situação em torno deste polémico dossier foi feito em reunião do executivo nabantino, depois de Lurdes Ferromau, vereadora do PSD, ter questionado a presidente Anabela Freitas. Recorde-se que a referida instituição social recorreu à modalidade de ‘usucapião’ para tomar posse dos terrenos, invocando desconhecer quem seria o proprietário.

 

Dias mais tarde, a autarquia apresentou uma ata de uma reunião ordinária, realizada a 12 de Outubro de 1978, onde demonstrou que os terrenos onde se encontram as antigas instalações do CIRE são mesmo municipais. Perante estes dados, as duas partes chegaram, então, a um consenso, explicado por Anabela Freitas, que deu agora conta de que o Município deverá ceder o direito de superfície da propriedade em causa, precisamente ao Centro de Integração e Reabilitação de Tomar: