TOMAR – Câmara chumba proposta do PSD que pedia apoio extraordinário às...

TOMAR – Câmara chumba proposta do PSD que pedia apoio extraordinário às Juntas de Freguesia. «Não seria responsável da nossa parte votar a favor por falta de cabimento orçamental»

O Partido Social-Democrata de Tomar considerou como «lamentável» a reprovação da proposta apresentada, em recente reunião de Câmara, tendo por base a “atribuição de apoio extraordinário às Juntas de Freguesia em 2022”, auxílio esse em redor dos 6% e que se traduziria, na prática – refere o PSD, num ‘bolo’ de 50 mil euros. Esta ajuda, reforça o mesmo texto, justificava-se pelo facto de as Juntas serem «as entidades públicas que, estando mais próximas do cidadão, dão uma resposta mais rápida e eficaz às mais diversas situações, para além das competências que têm subdelegadas pela Câmara Municipal». Hugo Cristóvão, vice-presidente da autarquia nabantina, justificou a posição contrária à proposta do PSD por falta de cabimento orçamental, referindo mesmo que «não seria responsável» da parte do PS votar a favor. Ainda assim, Hugo Cristóvão deixou a porta aberta para auxílios às freguesias ainda neste ano:

Lurdes Ferromau, vereadora do PSD, não escondeu a insatisfação perante este ‘chumbo’, confessando-se «espantada» com a posição dos socialistas, sendo que recuou até 2017 para dar conta de um auxílio da Câmara dentro destes moldes, recordou: