TOMAR – Câmara aposta na “diplomacia económica” para trabalhadores e as respetivas...

TOMAR – Câmara aposta na “diplomacia económica” para trabalhadores e as respetivas famílias

A presidente da Câmara de Tomar anunciou, na recente Assembleia Municipal, que a autarquia – a par de outras instituições do concelho e da região – já está a trabalhar naquilo que designou de “diplomacia económica”. O objetivo passa por atrair trabalhadores e as respetivas famílias para o território nabantino no sentido de responder à questão da falta de mão de obra qualificada. Anabela Freitas respondia, assim, a Paulo Macedo, eleito da CDU, que no decorrer do debate do ponto referente ao Orçamento e Plano para 2019 chamou a atenção para a falta de políticas de fixação das empresas e de combate à diminuição de população no concelho: