TOMAR – «Bons Sons» tem novas confirmações

TOMAR – «Bons Sons» tem novas confirmações

Ao longo de quatro dias, a Aldeia de Cem Soldos, vai receber a melhor música nacional.
Peixe Avião, Sequin, Bruno Pernadas, Xinobi, Júlio Resende, Hitchpop, Riding Pânico e D´Alva são as mais recentes confirmações para a edição de 2015 do Bons Sons. Estes nomes juntam-se aos já confirmados Carlão, Duquesa, Long Way To Alaska, Éme, Xaral Dixie, João Berhan, Criatura, Timespine, Oco, Benjamin, Salto, Eduardo Raon, Tó Trips, Retimbrar, Nice Weather for Ducks e Trêsporcento. O evento que se realiza de 13 a 16 de Agosto delimita o seu recinto em torno das extremidades da Aldeia. Cem Soldos fecha-se para receber os visitantes e acolher oito palcos, cada um dedicado a uma linha programática e perfeitamente integrados nas suas ruas, praças, largos, igreja e outros equipamentos. No epicentro, está o Palco Lopes-Graça situado entre as árvores do Largo do Rossio. Este é o palco da música de raíz tradicional e da música do mundo, cujo nome homenageia Fernando Lopes-Graça, um dos maiores compositores e maestros do século XX português, nascido em Tomar. Seguindo rua abaixo, encontra-se o Palco Giacometti, localizado no Largo de S. Pedro. O plateau que celebra a herança de Michel Giacometti é um espaço privilegiado para projetos que beneficiam de uma relação mais próxima com o público. Na zona da antiga eira comunitária da Aldeia, ergue-se o Palco Eira que procura mostrar a nova música portuguesa e os movimentos mais urbanos. O Auditório de Cem Soldos recebe a música de perfil mais erudito e em fusão com outras linguagens artísticas. Realizam-se aqui as habituais sessões de cinema e os concertos didáticos que irão ocupar as manhãs do Festival, com uma programação inteiramente dedicada aos mais novos e suas famílias. Este ano, o Auditório acolhe ainda uma novidade programática: o ciclo de concertos comentados, designado “Conversas ao sabor da música” e programado pela Mural Sonoro. Para os mais resistentes, o Palco Aguardela encerra cada uma das noites do Festival com DJs e Live Acts onde a electrónica se funde com outras influências. O Bons Sons proporciona também uma oportunidade para os projectos originais se estrearem e testarem a receptividade do público, mediante inscrição diária, qualquer pessoa ou agrupamento pode mostrar o seu talento no Palco Acústico. A organização disponibiliza o palco, as condições técnicas e a possibilidade de tocar para um número considerável de pessoas. Este Palco é mesmo de quem o apanhar. O Festival conta ainda com os dois palcos que ocupam a Igreja de São Sebastião, ambos a cargo de parceiros programáticos do Bons Sons. A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria, com um espaço de programação já consolidado e com crescente número de seguidores e a estreante D’Orpheu que inaugura o Palco OuTonalidades.