TOMAR – Assembleia Municipal exige que as autoridades identifiquem os responsáveis pela...

TOMAR – Assembleia Municipal exige que as autoridades identifiquem os responsáveis pela poluição no Nabão para que «sejam julgados e punidos»

A moção foi apresentada pelo Partido Socialista de Tomar na recente Assembleia Municipal e aprovada por todos os partidos ali representados: os eleitos locais «exigem que as autoridades competentes actuem com eficácia» para que os responsáveis pela poluição no rio Nabão «sejam identificados e levados a tribunal para serem julgados e punidos». O texto insta, assim, à Câmara de Tomar para que «continue a diligenciar perante os responsáveis governamentais e policiais para que actuem com rapidez e eficácia, visando erradicar tais situações». Com efeito, os sucessivos episódios de poluição no Nabão sucedem-se a um ritmo deveras preocupante e da parte das entidades responsáveis pela sua segurança, em especial a Agência Portuguesa do Ambiente, tem “reinado” um silêncio incompreensível… como se nada estivesse a acontecer. Aliás, Américo Pereira, eleito dos Independentes do Nordeste, apontou o dedo à APA, acusando-a de «bloquear o país». Lurdes Ferromau, do PSD, pediu «mais acção» ao executivo, assim como Paulo Macedo, da CDU, que alinhou nessa tendência global de que «há algo que tem de ser feito para travar esta situação». Por sua vez, João Simões, do PS, alertou para o facto de o Nabão «ter de ser olhado de uma forma como nunca foi», nem mesmo «pelos sucessivos Governos».