TOMAR – Almoço dos 30 anos do Rancho Folclórico de Alviobeira com...

TOMAR – Almoço dos 30 anos do Rancho Folclórico de Alviobeira com festival folclore à vista

A exemplo de anos anteriores, realizou-se no passado domingo o almoço de aniversário, do Rancho Folclórico e Etnográfico de Alviobeira, este ano esgotadíssimo, pois as inscrições excederam as expectativas mais otimistas. Segundo Manuela Santos directora do Rancho. ” O salão Paroquial foi pequeno para receber todas as pessoas, e o mau tempo impediu de expandir o salão para o exterior, como já fizemos em anos anteriores, o que impossibilitou receber as inscrições de última hora, o que muito nos entristeceu. A enorme adesão é sinal do apoio de tantos ao trabalho realizado por esta associação que completa este ano trinta anos de actividade ininterrupta e que ano após ano, reúne esforços e congrega energias para se renovar e continuar a caminhar. O almoço para além de ser uma oportunidade de reunir os nossos amigos é também uma forma de angariação de fundos para o desenvolvimento do extenso plano de atividades desta Associação. Reunimos à nossa mesa, amigos de longa data, familiares de componentes, Alviobeirenses, uns de nascimento outros de coração, tantas pessoas que se identificam com a forma de ser, estar e de fazer deste rancho e que por isso ano após ano, são presença assíduo nos nossos almoços e nas nossas actividades. A todos aqueles que quiseram comparecer neste almoço, alguns deles, fazendo vários quilómetros, num dia cinzento e chuvoso, o nosso sincero agradecimento. A grandeza dos Homens mede-se pela capacidade de dar e partilhar acima de qualquer interesse ou utilidade, são esses os valores que agigantam as pessoas e as tornam “grandes”, especiais, inteiras. Trinta anos de uma Associação que sabe rir de si própria e valha-nos isso. E se o humor é uma questão de sobrevivência, continuaremos a rir e a fazer sorrir, porque este Rancho quer (sobre)viver durante muitos anos. Este ano prestámos uma pequena homenagem às muitas mulheres que passaram por este grupo e fizeram dele aquilo que ele é hoje; as muitas mulheres que passaram por esta terra e nela trabalharam, edificaram e formaram famílias; as muitas mulheres que passaram na nossa comunidade e a tornaram melhor, mais forte e mais humana. Se em 1900 a mulher era uma maioria silenciosa, a verdade é que, ainda hoje ela continua à espera de ser uma maioria a uma só voz. Dedicamos esta homenagem a uma componente, também ela mulher, a Céu esteve presente no nosso pensamento e a sua ausência forçada continua a provocar revolta e incompreensão. Dando continuidade às comemorações do nosso 30º aniversário, realizar-se-á no próximo sábado dia 21 de abril pelas 21H no Centro Recreativo e Cultural de Alviobeira, o Festival de Folclore e para encerrar com chave de ouro a Gala de Aniversário no dia 28 de abril”. AF com Manuela Santos