TOMAR – Agrupamento de Escolas Nuno de Santa Maria reage à polémica...

TOMAR – Agrupamento de Escolas Nuno de Santa Maria reage à polémica do dia: «As crianças e jovens que quiserem repetir as refeições até o podem fazer»

O Agrupamento de Escolas Nuno de Santa Maria, pela voz da vice-directora Natália Nogueira, em declarações à Hertz, voltou a garantir que nenhuma criança ou jovem passa fome por ocasião do período de refeições nos diferentes estabelecimentos de ensino daquele grupo, no caso específico nas escolas Raúl Lopes ou na D. Nuno Álvares Pereira. Estas declarações, recorde-se, surgem na sequência de um conjunto de lamentos de uma encarregada de educação que, através da rede social «Facebook», publicou um texto onde aponta o dedo ao que cataloga como alimentação inadequada, ilustrando este seu descontentamento com uma foto de um prato que, eventualmente, terá sido servido ao seu educando. Tendo por base, precisamente, a referida foto, Natália Nogueira disse à Hertz que uma refeição é mais do que o prato principal, não deixando de lamentar que estas reclamações não sejam feitas à escola em primeira instância:

Natália Nogueira recordou, ainda, as reuniões de delegados que já decorreram na Escola Santa Maria do Olival e, nesta quinta-feira, precisamente na D. Nuno Álvares Pereira… e os representantes dos alunos foram questionados sobre se havia reparos a fazer, nomeadamente no serviço de refeitório, sendo que a única observação que dai resultou apontou para… a falta de sal:

Outros encarregados de educação, na mesma publicação, lamentaram que os seus filhos nem sempre podiam repetir o prato principal. Natália Nogueira quis dar um caso específico em que esta situação pode mesmo acontecer mas classificou este exemplo como excepção porque, de resto, garantiu-nos, todos podem repetir o que quiserem: