TOMAR – Aeródromo de Valdonas recebe concentração de carros modificados

TOMAR – Aeródromo de Valdonas recebe concentração de carros modificados

O Clube TwoTeamTuning vai realizar mais uma concentração de carros modificados, neste caso já a partir desta sexta-feira, iniciativa que se estende por sábado e domingo, na pista do aeródromo de Valdonas, em Tomar. Este ano, a organização espera superar o número de participações que se verificaram nas duas edições anteriores, ou seja, ter mais de uma centena de veículos presentes. Carlos Fortuna António, o presidente da direcção do clube, em declarações prestadas à Hertz, deu conta desse objectivo: «No ano passado, além do nosso evento, haviam mais dois… um em Santarém e outro em Almeirim. Somos um grupo pequeno, com 16 sócios, e conseguimos ter 98 carros dentro do recinto, ao contrário da concentração de Santarém, que dizem que é uma das maiores e contou com apenas 90… No domingo, tínhamos o recinto bastante cheio e em comparação com as outras concentrações, estávamos muito melhor.Embora o espaço do aeródromo não tenha muita sombra, é um espaço que se situa no meio da natureza e as pessoas gostam… este ano devemos ultrapassar os 100 carros de certeza.»

Carlos Fortuna António refere que a modalidade tem registado um decréscimo, muito por culpa da legislação que dificulta a legalização de algumas das alterações efectuadas nos carros: «Tem caído um pouco devido às burocracias, inspecções. As autoridades também estão sempre em cima… Eu ando no mundo do tuning desde 2001 e haviam mais eventos do que aqueles que existem hoje. Neste momento, as pessoas não mexem nos carros, deixam-nos estar de origem, pois não estão bem informadas do que podem ou não meter a mais nos carros. Hoje aprova-se uma lei, amanhã muda-se porque essa lei já não é aprovada outra vez. Por exemplo, foi aprovada a utilização de leds e, hoje em dia, se uma pessoa for apanhada com leds no carro já é multada. Acho que é um bocado injusto porque temos mesmo ao nosso lado, a Espanha, e se formos a um evento espanhol não tem nada a ver com a legislação de Portugal. O tuning é mais abusado e os carros andam legais.»