SERTÃ – Protocolo para divulgar e valorizar vida e obra de...

SERTÃ – Protocolo para divulgar e valorizar vida e obra de Túllio Victorino vai ser assinado

O Atelier Túllio Victorino vai ser palco, no próximo dia 16 de setembro, pelas 18 horas, da assinatura de um protocolo de cooperação entre o Município da Sertã, a Sociedade Nacional de Belas Artes, o Centro de Investigação e de Estudosem Belas-Artes, a Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa e a União de Freguesias de Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais.

O objetivo deste protocolo prende-se com o desenvolvimento de um projeto de estudo, divulgação e valorização da vida e obra do pintor Túllio Victorino, para posterior declinação num conjunto de ações tendentes a recuperar o legado deste grande mestre da pintura naturalista, natural de Cernache do Bonjardim.

Trata-se de uma iniciativa aberta ao público para a qual a população está convidada a assistir.

Recorde-se que Túllio da Costa Victorino nasceu a 14 de dezembro de 1896, em Cernache do Bonjardim. Frequentou a Escola de Belas Artes em Lisboa, transitando depois para a Escola de Belas Artes do Porto. Pintor impressionista, aluno de Columbano Bordalo Pinheiro, recebeu influência do mestre Malhoa. Ao pintar, procurava estabelecer um diálogo entre a sua alma e a da própria paisagem. Participou em inúmeros exposições individuais e coletivas. Faleceu na sua casa-ateliê, em Cernache do Bonjardim, em 23 de março de 1969.