SERTÃ – Município associa-se a campanhas de sensibilização pelo Dia Mundial da...

SERTÃ – Município associa-se a campanhas de sensibilização pelo Dia Mundial da Água

A 22 de março assinala-se o Dia Mundial da Água e o Município da Sertã associa-se a campanhas que visam sensibilizar a população para a responsabilidade de preservar este recurso natural, apelando à consciencialização de todos para o uso sustentável da água. Assim, o Município da Sertã convida a população a associar-se ao movimento “H2OFF” promovido pela Associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Águas que desafia a fechar a torneira no dia 22 de março, às 22 horas, durante 60 minutos, suspendendo regas, fontes decorativas e utilização de torneiras. Esta iniciativa tem abrangência nacional e pretende estimular a reflexão sobre o uso que se faz da água, consciencializando para que o consumo deste recurso seja mais eficiente e equilibrado.

Também no âmbito da poupança e uso eficiente da água, o Município da Sertã associa-se à campanha da Águas do Vale do Tejo “Poupe água hoje para ter amanhã. Não gaste mais do que precisa”. A campanha surge em resposta à situação de seca severa e apela à mudança de comportamentos, incentivando a poupança de água, bem como o uso racional deste recurso precioso e finito. Esta campanha é composta por diversos suportes de comunicação, onde se inclui um folheto com dez conselhos para fazer um uso eficiente da água.

Refira-se que o Município da Sertã tem vindo a implementar diversas medidas conducentes a uma gestão mais eficiente da água. Ao nível da prevenção, tem vindo a ser feita a atualização do inventário dos recursos disponíveis no concelho, que poderão ser mobilizáveis em caso de agravamento da situação. No que diz respeito a regas, tem instalado equipamentos/tecnologias associados à rega, que promovem o aumento da eficiência e da sustentabilidade das zonas verdes. Relativamente à redução do consumo da água, o Município da Sertã tem desenvolvido esforços no sentido de otimizar a monitorização e controlo das perdas de água na rede de abastecimento e implementação de novas Zonas de Medição e Controlo.