SERTÃ – Empresas do concelho contribuem para o combate ao COVID-19

SERTÃ – Empresas do concelho contribuem para o combate ao COVID-19

Da confecção às novas tecnologias, são várias as empresas do concelho da Sertã que têm contribuído para o combate ao Covid19 e para minimizar os efeitos da pandemia. A empresa Solfaestofo, localizada na Zona Industrial de Cernache do Bonjardim, dedica-se ao fabrico e reparação de estofos e, na sequência da pandemia, associou-se ao projecto “Portugal Convida”, tendo adaptado a sua unidade de confecção para produzir cogulas de protecção. Com esta iniciativa, a Solfaestofo já produziu até à data de hoje mais de 3500 cogulas que foram entregues de forma gratuita aos profissionais que se encontram na linha da frente no combate ao Covid19. No concelho da Sertã fizeram doações aos Bombeiros de Cernache do Bonjardim, Centro Social S. Nuno Santa Maria (Lar), Centro de Saúde da Sertã e Policlínica da Sertã. Fora do concelho, a empresa fez doações à Santa Casa da Misericórdia de Cardigos, Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, Hospital de Santa Maria Lisboa, entre outros. Marco Barruncho, Gestor de Projectos da Solfaestofo, refere que atualmente “o mercado está a pedir que continuemos a produzir, principalmente áreas que estão a retomar como a medicina dentária”. Aquele responsável refere que “a longevidade do impacto desta pandemia que nos assola acarretará oportunidades produtivas diferentes das habituais mas para as quais teremos de estar preparados”. Neste sentido, esta empresa está agora dedicada à confecção de máscaras sociais para comercialização, à semelhança do que sucede com outras empresas do Concelho da Sertã ligadas a têxteis, que direccionaram o foco da sua atividade para a confecção de vários tipos de máscaras (sociais e reutilizáveis certificadas) para fazer face à procura no mercado e minimizar os efeitos económicos da Covid19. No contexto tecnológico, a empresa Present Technologies, com delegação instalada na Sertã desde novembro de 2019, no SerQ- Centro de Inovação e Competências da Floresta, produziu uma aplicação móvel inovadora que já permitiu mais de 75 mil controlos na fronteira. A “SEF Mobile” foi idealizada pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e implementada pela Present Technologies, permitindo um controlo de fronteira terrestre mais rápido e sem qualquer tipo de contacto físico, melhorando a eficiência dos inspectores do SEF e garantindo a segurança de todos os envolvidos. Adaptada em tempo record ao contexto de pandemia e “sem olhar a meios para cumprir os nossos objetivos, contribuímos para uma causa maior, para que o país ficasse mais seguro e, demonstrámos ainda, que a inovação pode ser de grande utilidade nacional. Primeiro desafio da nova realidade superado com distinção”, refere Paulo Martins, Chief Operating Officer (COO) e um dos fundadores da Present Technologies. De acordo com Erica Santos, Inspectora do SEF e responsável pela operacionalização da solução no terreno, “o SEF Mobile tornou-se uma ferramenta essencial para aumentar substancialmente a eficiência e segurança dos inspectores do SEF nos vários postos de fronteira terrestes do país. De uma forma simples e eficaz, permite ler e validar os dados de um conjunto variado de documentos de identificação, sem qualquer necessidade de manuseamento dos mesmos por parte dos inspectores.”