SANTARÉM – Tribunal decretou prisão preventiva para mãe do recém-nascido morto por...

SANTARÉM – Tribunal decretou prisão preventiva para mãe do recém-nascido morto por asfixia

O Tribunal de Santarém aplicou prisão preventiva para a mãe do recém-nascido encontrado sem vida, no último sábado, na capital de distrito. O juiz de instrução criminal entendeu que estavam reunidos indícios que apontam para a suposta responsabilidade da mulher na morte do bebé, pelo que até ao julgamento a suspeita ficará com a medida de coacção mais gravosa. A mãe, de 23 anos de idade, fica, assim, acusada dos crimes de homicídio e profanação de cadáver. Recorde-se que o corpo do recém-nascido foi encontrado num terreno de mato, nas imediações da Circular Urbana de Santarém, perto de uns barracões situados da Calçada dos Galhardos. Tudo aponta, então, para que a mulher tenha assassinado o bebé com recurso a um saco plástico, provocando-lhe a asfixia. Pelo menos, foi esta a causa revelada pela autópsia realizada no Hospital Distrital. As autoridades ainda estarão no terreno no sentido de apurar se há mais envolvidos em todo este processo, não só na morte da criança mas também na ajuda à fuga inicial da mulher. Refira-se que à porta do tribunal estavam vários cidadãos. Por altura da chegada da acusada, as pessoas não esconderam a sua revolta.