SANTARÉM – PSP reforça patrulhamento durante a época de Natal e Passagem...

SANTARÉM – PSP reforça patrulhamento durante a época de Natal e Passagem de Ano

Durante a quadra festiva que se aproxima, a Polícia de Segurança Pública vai reforçar o patrulhamento e policiamento junto de grandes superfícies, zonas de elevada concentração de pessoas e nas zonas de maior acumulação de acidentes no sentido de prevenir e fiscalizar comportamentos ilícitos e/ou de risco para a segurança da população. A Operação “Polícia Sempre Presente – Festas Seguras 2015” decorrerá até 3 de janeiro em toda a área de responsabilidade da PSP, com o intuito de diminuir os índices de criminalidade e de sinistralidade rodoviária.

Durante este período será igualmente ativado o programa de “Vigilância a Residências” devendo os interessados formalizar o pedido de vigilância presencialmente junto de uma Esquadra da PSP. Este programa consiste na entrega de um formulário na PSP onde é indicado o período de ausência da habitação para que seja feita uma vigilância descontinuada da mesma, no sentido de prevenir furtos. No período em questão será reforçado o patrulhamento junto de grandes superfícies comerciais, e será feita uma aposta ainda maior nos contactos individuais junto do comércio tradicional. Para além disso será dada especial atenção à detecção e identificação de pessoas na posse ilegal de armas, estupefacientes, artigos furtados ou roubados e em situação ilegal no país.

A quadra que se aproxima é, por si só, potenciadora de condições para a ocorrência de certos tipos de crimes que urge prevenir e evitar para inverter a tendência verificada no ano passado. Analisada a criminalidade denunciada à PSP em dezembro de 2014, verifica-se que os tipos de crimes com maior incidência neste mês foram o furto no interior de viatura (que aumentou cerca de 3,8 por cento em relação a dezembro de 2013), furto por carteirista (que aumentou cerca de 15,4 por cento), furto em edifício comercial ou industrial sem arrombamento (que registou um decréscimo de 7,2 por cento), furto em residência com arrobamento (que aumentou cerca de 10,2 por cento) e furto de viaturas (que registou uma descida na ordem dos 17,6 por cento). É intuito da PSP zelar para que os índices criminais diminuam e que, dessa forma, a população se sinta mais segura.
No que diz respeito à segurança rodoviária, em dezembro de 2014 a PSP registou mais 78 acidentes, 38 feridos graves e 35 feridos ligeiros que no período homólogo de 2013. Face à experiência do passado, é intenção da PSP reforçar o policiamento e fiscalização nos principais eixos viários para prevenir comportamentos que possam colocar em causa a segurança dos diferentes utilizadores da via pública, prestando especial atenção à fiscalização da condução sob o efeito do álcool, excesso de velocidade, uso indevido do telemóvel, falta de colocação de cintos de segurança e sistemas de retenção.

Em termos de operacionalidade policial, em 2014 verificou-se um decréscimo de cerca de 22 por cento da utilização indevida do telemóvel no exercício da condução e de 2 por cento relativamente à condução sob efeito do álcool, do que em 2013. Verificou-se no entanto a tendência inversa no que toca ao excesso de velocidade, com um aumento de cerca de 37 por cento de situações detetadas.