SANTARÉM – Prestação de Contas do Município aprovada pelo Executivo Municipal

SANTARÉM – Prestação de Contas do Município aprovada pelo Executivo Municipal

A prestação de contas do Município de Santarém, relativa ao ano de 2014, foi aprovada por maioria dos votos em reunião de executivo municipal, com a abstenção do PS e o voto contra da CDU. Esta prestação de contas destaca-se pela relevância das taxas de execução, por serem as mais elevadas de sempre no Município de Santarém: 84,2% na Receita e 80,1% da Despesa, demonstrando maior rigor na elaboração e na execução do orçamento. Em termos patrimoniais, o ativo do Município de Santarém atingiu em 2014 o valor de 250 milhões de euros, o que significa um aumento de 3 milhões de euros comparativamente ao ano anterior, enquanto o passivo apresenta uma diminuição de 11 milhões de euros face a 2013. Em 2014 a dívida diminuiu 7,7 milhões de euros face a 2013, verificando-se, em apenas 3 anos, uma significativa diminuição da dívida da Autarquia Scalabitana, tendo em conta que em 2011, a dívida ascendia a 100 milhões de euros e, no final de 2014, situa-se nos 77 milhões de euros. O resultado líquido do exercício é positivo, no valor de 4,8 milhões de euros, aumentando 65% (1,9 milhões de euros) face ao ano de 2013, em resultado direto da contenção de custos com pessoal e da redução dos juros de mora. A Câmara de Santarém está a pagar os seus compromissos, em média, a 67 dias, e em 2014, a execução orçamental não conduziu ao aumento dos pagamentos em atraso, cumprindo-se a principal regra da Lei dos Compromissos e Pagamentos em Atraso. Ao nível dos Recursos Humanos, a autarquia Scalabitana confirma, ainda, o aumento do nível de formação académica dos trabalhadores, a redução do absentismo, bem como o aumento do índice de tecnicidade dos trabalhadores e diminuição do número de acidentes em serviço. Para Ricardo Gonçalves, Presidente da autarquia Scalabitana “É hoje inegável que Santarém, mais uma vez, conseguiu resistir. Resistimos com a tranquilidade e com a segurança dos vencedores. E queremos manter este caminho! Compreendemos que haja quem queira negar o inegável, quem critique sem apresentar uma alternativa ou ideia, mas os números são claros. Podemos, assim, afirmar que estamos no caminho certo. Que estamos em condições suficientemente seguras de poder executar, de forma estruturada e consolidada, os investimentos que consideramos estratégicos para o Concelho e que permitirão manter o seu crescimento e a melhoria da qualidade de vida das pessoas. Investimentos devidamente ponderados e, em parte, apoiados pelo novo quadro comunitário, pois, só desta forma poderemos assegurar o desenvolvimento do concelho de forma duradoura e financeiramente sustentável”. O Presidente da Câmara de Santarém reafirma que “Hoje, mais do que nunca, temos que ser criteriosos na utilização dos recursos públicos e essa é a nossa opção. Avaliar as reais necessidades das populações e decidir sobre a execução do que é essencial e efetivamente necessário não é tarefa fácil. Mas consideramos que, no que diz respeito ao empenho, ao compromisso e ao esforço, não existe meio termo. É por isso que reiteramos a nossa vontade de fazer mais e melhor, em nome do compromisso que assumimos e da confiança que depositaram em nós!” www.cm-santarem.pt