SANTARÉM – PCP pede medidas para «minimizar os efeitos da seca»

SANTARÉM – PCP pede medidas para «minimizar os efeitos da seca»

A situação de seca meteorológica que Portugal enfrenta desde Novembro é «preocupante». Quem o diz é a direção da Organização Regional de Santarém do Partido Comunista Português, em comunicado enviado para a nossa redação. Este texto refere mesmo que já se perspetivam «consequências no abastecimento de água para fins diversos, desde logo o destinado ao abastecimento das populações. Esta situação impacta também nas explorações agrícolas. Começa a colocar-se a necessidade de recurso à rega, com inevitável aumento dos custos de produção, que se soma à subida do preço de outros factores de produção, como a energia e os combustíveis, no quadro do esmagamento dos preços à produção e redução de rendimentos, e que poderá, indirectamente, refletir-se nos preços para o consumidor final», adverte o mesmo comunicado. O PCP alerta ainda que «os níveis da água preocupam também pelo impacto que podem vir a ter em actividades maritimo-turisticas de Verão, com efeitos na sustentação da economia local». Nesse sentido, perante este panorama, o Partido Comunista Português pretende que sejam «elaborados planos de contingência de modo a minimizar os impactos, assim como a exigência de apoios que ajudem os produtores agrícolas a enfrentar esta adversidade, que se soma a outras».